Publicado por: Amanda Paz | 21 de novembro de 2009

**Contos de Fadas**

Mudam-se os costumes, mudam as tecnologias, mudam as pessoas, as épocas, os espaços… e eu me pergunto: que fascinante poder faz com que o interesse por essas histórias – tão antigas quanto o tempo – permaneça?

Cecília Meireles dizia que “os livros que têm resistido ao tempo são os que possuem uma verdade capaz de satisfazer a inquietação humana, por mais que os séculos passem”.

Os contos de fadas, as fábulas, as lendas fazem parte daquele tipo de narrativa que se fundamenta em “lições de vida” dadas pela sabedoria ancestral – a sabedoria do senso comum: dos povos.

Ao contar ou ouvir essas histórias estamos vivenciando uma experiência única. Inconscientemente e de forma prazerosa entramos em contato com a sabedoria humana – com a memória do mundo – transmitida despretensiosamente através dos tempos, de geração em geração.

A doutora em Letras Nelly Novaes Coelho, em um artigo para a Revista Criança¹ diz “o que nos explica o continuado sucesso dos contos de fadas e dos clássicos infantis em geral é o fato de que sua matéria-prima é extraída de verdades humanas e, portanto, não envelhece”.

Cinderela

Cinderela

Ainda que modifiquemos o mundo em que vivemos, a natureza humana não muda: convivemos desde sempre com forças internas conflitantes, em que se misturam ódio, amor, inveja, desejo, culpa etc.

Ao lermos clássicos como Branca de Neve ou Cinderela, podemos nos identificar com as mocinhas e torcer por um final feliz – mas certamente, em algum momento de nossas vidas, nos deparamos com sentimentos típicos da madrasta malvada e invejosa. E, como desde crianças aprendemos que o mal nunca é bem recompensado no final, tendemos a lutar contra os maus sentimentos, ou, no mínimo, aprendemos a lidar com eles: amadurecemos.

Branca de Neve

Sem falar da sensação de segurança e carinho que sentimos quando ouvimos as histórias da boca de pessoas queridas, como nossos avós, pais, professores, irmãos – ou quando nós nos dispomos a contá-las às nossas crianças.

Ilustração de Gustave Dorè

(1) A Revista Criança é uma publicação do Ministério da Educação, voltada para a Educação Infantil.

*******************************************

Anúncios

Responses

  1. Hola, hablo español e ingles, tienes un libro de cuentos con unas ilustraciones particulares, La pequeña vendedora de fósforos, cuando pequeña tenía la colección completa de esos libros de cuentos, quería saber la casa editorial o alguna información para ver si aun existen y poder comprarlos.
    Gracias!

    Hi, i dont speak portuguese, i was woundering if you have any information that could help me locate the editorial house of “A pequena vendedora de fósforos” i used to have the entire collection of these books, with similar illustrations and i wish i could have them again if they still exist.

    • Olá Clarisse. Eu também tinha essa mesma coleção quando era criança, mas isso faz muito, muito tempo. Mas eu encontrei uma fonte na Internet que diz o seguinte:

      Fonte: O Livro dos nossos Filhos (Vol.1), 1959, Editora Alfa (Brasil)
      Versão brasileira de “El Libro de Nuestros Hijos”, editado por UTEHA do México.

      A coleção, cuja foto eu postei no blog, foi lançada no Brasil pela Editora Record, no ano de 1972.
      Espero tê-la ajudado.
      Abraços.
      Amanda Paz.

  2. eu enho 12 anos eu sei que nãoé muito mas para 8 é uma diferença enorme e gostava de saber se tem alguma imagem de contos.

    • Olá Carol.
      Cada fase da nossa vida deve ser vivida intensamente. Especialmente na infância e adolescência. Afinal, teremos tanto tempo como adultos, não é mesmo?
      Quanto às imagens de contos, aí pelo blog você encontrará algumas sim.
      Beijocas e volte sempre.

  3. Quem é o pintor da menina lendo com livros abertos ao chão?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: